Câmara Municipal de Penela

A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição

  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição
  • A Feira do Mel e a Bienal de Humor cumprem a tradição


Este fim de semana realizou-se a 31ª edição da Feira do Mel na Vila do Espinhal, no concelho de Penela, uma parceria entre a Junta de Freguesia do Espinhal, o Município de Penela e a Associação de Apicultores Serramel.

Este ano, mesmo com todas as regras exigidas pela DGS, o mel seguiu a sua tradição. A organização preparou este evento, tendo em conta um programa de contingência de forma a que fosse cumprido todas as normas e procedimentos de segurança, com o objetivo de enaltecer o famoso mel e os produtos endógenos da região.

A XXXI Feira do Mel contou com a presença de nove apicultores da região, nomeadamente Lousã, Coimbra, Góis, Penela, Miranda do Corvo, Pedrogão Grande e Arganil. Todos eles, de uma forma geral, consideram que este ano a produção foi reduzida em comparação com os anos anteriores, com maior peso está a ação devastadora da vespa asiática, mas as condições atmosféricas atípicas que se fizeram sentir este ano e as consequências provocadas pelos incêndios de 2017, também são fatores que pesam na fraca produção do mel.

Segundo os apicultores presentes na feira, a quebra do mel este ano “ronda os 80%”, no entanto, o pouco mel que se produziu é de “grande qualidade”.

Ainda este fim-de-semana, a vila do Espinhal foi anfitriã da VII Bienal do Humor Luís d’Oliveira Guimarães, uma exposição com a seleção dos melhores trabalhos dos 480 artistas e cartoonistas participantes, de 74 países e que este ano teve como tema “Rir Da e Com a Saúde”.

A exposição está dividida em 5 polos, que poderá ser visitada até 29 de setembro, nos espaços comuns do Edifício dos Paços do Concelho com as caricaturas de António Arnaut; “Rir COM a Saúde” é o tema da exposição patente na Junta de Freguesia do Espinhal; na Associação Cultural e Recreativa de Podentes as caricaturas levam o visitante a “Rir COM o Covid19 / Risoterapia”; no Museu da Villa romana do Rabaçal a “Rir DA Saúde / Saúde do Planeta” e finalmente, na Casa Família Oliveira Guimarães encontram-se os trabalhos dos alunos do agrupamento de escolas de Penela que participaram no 1º Concurso de Humor Escolar LOG, os vencedores da VII Bienal Luis Oliveira Guimarães e ainda, as caricaturas do médico cirurgião, Miguel Salazar que recebeu este ano o Prémio Homenagem.

A entrega dos prémios está agendada para o feriado municipal, na Casa Família Oliveira Guimarães e irá contar com a presença do humorista Ricardo Araújo Pereira.



Data

07/09/2020

Partilhar notícia